➤ Incríveis fotos do Carnaval do Rio na década de 50

O Carnaval foi introduzido no Rio de Janeiro pelos colonos portugueses, e desde estão, passou por grandes revisões. Foi só nas décadas de 40 e 50 que o carnaval se tornou a vir ser o que é hoje, tendo o samba como grande centro do festejo.

Embora os festejos antigos não lembre muito os carnavais modernos, podemos perceber que a atmosfera da festa sempre foi a mesma.

Hoje em dia o Carnaval do Rio envolve milhões de reais em fantasias e carros alegóricos e até 2 milhões de pessoas por dia comemorando pelas ruas.

Os primeiros registros do Carnaval datam de 1723, quando o festival foi trazido para o Brasil por colonos vindos de Portugal. Desde então,  única vez que o carnaval não foi celebrado foi durante a Segunda Guerra mundial, quando os desfiles foram interrompidos até o ano de 1974.

O pós guerra moldou completamente o carnaval para o que ele é hoje, até o início do século XX, a música do carnaval era com uma pegada mais europeia, sendo que de 1900 em diante, o samba, surgido dos bairros pobres afro-brasileiros do centro do rio, começou a tomar conta.

A primeira escola a ser fundada foi a Deixa Falar, fundada no dia 18 de agosto de 1928.

Só a partir da década de 20 que as escolas de samba começaram a influenciar totalmente o carnaval, mas foi só após a guerra que ela explodiu em cores, temas e vida, formando a espinha dorsal do carnaval sendo o que é hoje.

Atualmente mais de 200 escolas participam do carnaval com várias divisões e subdivisões, gastando milhões de reais em fantasias e carros alegóricos.

Enquanto isso, o evento cria 250 mil empregos e proporciona um impulso de 600 milhões de dólares na economia local.

Fotos de 1952.

Fonte: Mail Online

Dudu Guerreiro

Blogueiro, desenhista, fotógrafo...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *