Moda alternativa – Breve História

Imagine só, uma moda que não é convencional, que quebra os padrões e apresenta-se totalmente original. É assim a moda alternativa. Não segue nenhum padrão de tendências e não é modismo. É realmente uma moda muito diversificada, que deixa livre os adeptos a ela se expressarem da melhor forma que sentirem. Não há padrões.

Geralmente criada com referências sociais, a moda alternativa acredita na criação de uma moda com o estilo do próprio usuário, mas que parte de uma base comum.

Detalhes da moda alternativa

Como por exemplo, o caso dos Hippies na década de 80, uma cultura que se expressou muito além das palavras. As respectivas vestimentas já diziam naquela época quem era considerado Hippie e pela ideologia que seguiam, era representado em suas roupas.

A moda alternativa não segue um padrão de ideologia como o caso dos Hippies, pelo contrário, deixa o usuário livre para seguir a ideologia que quiser. Por isso é considerada uma moda tão diversificada e original, pois agrega pessoas que não pertencem a nenhuma cultura e disto, reúnem as chamadas alternativas.

Moda Alternativa

Para ser considerada alternativo é preciso definir que, os modos de se vestir têm muito a ver com o atual estilo de vida do adepto ao estilo, com o modo que ele se expressa e a forma que se relaciona com o meio.

É um conceito que veste, mas ao mesmo tempo despe, constrói e destrói mitos e conceitos. Deixa o usuário na sua forma mais livre de expressão de sua personalidade, para a comunicação e retrato para o mundo.
Em todo e qualquer lugar você pode comprar roupas do estilo alternativo, lembre-se: na moda alternativa é você quem cria o seu estilo. Vale também a customização, que se aplica desde em tingimento de tecidos até cortes personalizados que deixam um jeans mais casual.

Aplicar de forma autêntica o gosto pessoal nas roupas é aderir à moda. Quanto mais o look possuir algum toque de personalização, mais perto da moda alternativa estará.

Ser alternativo é única para cada um, mas isto não significa que deverá ser desapropriada. Pode-se aplicar elegância e beleza, com discernimento aos locais em que vestirá as peças.

Exatamente por não haver padrões, é provável que o usuário da moda alternativa se sinta observado muitas vezes. Por este motivo, é válido o respeito ao frequentar lugares mais conservadores, como igrejas por exemplo.

Chá de Fita - Moda Alternativa

O mais importante quando ao adepto da moda alternativa, é estar usando peças que deixem o usuário livre na sua expressão. Apresentando elementos artísticos e peças não funcionais, como chapéu sem a função de se proteger do sol, usando-o de noite.

Em suma, o senso estético é baseado no gosto único e particular. Sem limitar o usuário a qualquer tipo de restrição. Não precisa só imaginar, uma moda que não é convencional, que quebra os padrões e apresenta-se totalmente original. Ela existe e é totalmente acessível.

Assim como o comportamento e a expressão de cada um, a roupa também é única. A moda alternativa é você quem faz.

Camisetas Estampadas Alternativas

Blogueiro, desenhista, fotógrafo...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *