História do Reggae

O reggae, estilo musical popularizado por Bob Marley, surgiu na Jamaica, por volta da década de 1960. Por mais que seja utilizado para definir grande parte das músicas e danças jamaicanas, o termo é mais correto para designar um estilo de música particular, evoluído de outros gêneros, o ska e o rocksteady.

Seu auge se deu, principalmente, na década de 1970, quando começou a se espalhar pelo mundo. O ritmo das canções é dançante, suave, envolvente, sendo que os instrumentos mais utilizados nas melodias são a guitarra, o contrabaixo e a bateria.

Geralmente, as letras das músicas tratam de questões sociais, principalmente as dos jamaicanos, além de assuntos religiosos e problemas típicos de países de renda mais baixa.

O significado da palavra Reggae

De acordo com o próprio Bob Marley, a palavra está associada a um termo espanhol que significa “música do rei”.
História do Reggae - Bob mARLEY
Segundo fatos, a palavra “reggae” surgiu do termo em latim “regi”, que significa rei.

Os precursores do estilo

O reggae foi influenciado nos seus primórdios principalmente pelo ska e o rocksteady, porém, depois de um tempo, também passou a ser influenciado pelo mento e pela calypso, além do American jazz e do R&B.

O movimento Rastafári foi um dos que mais influenciaram o estilo, com bateristas como Count Ossie, que contribui para gravações seminais. Esse movimento defendia que os afrodescendentes tem o dever de ascender e superar a situação que se encontra por meio de engajamento político e espiritual.

Além disso, um dos antecessores do reggae bateria é o estilo Nyabinghi, espécie de ritual realizado pelos rastafáris como uma prática meditativa.
História do Reggar - Nyabinghi

História

Foi na década de 1950 que alguns dos nomes do estilo começaram a aparecer, como Delroy Wilson, Bob Andy, Johnny Osbourne e algumas bandas, como o Skatalites, Ethiopians e The Wailers. Essa época, em rádios comandadas por pessoas brancas, era proibido tocar reggae.

Foi somente nos anos de 1970 que o reggae realmente se difundiu e se popularizou por meio de nomes como Marley e Jimmy Cliff, que fizeram com que o gênero se tornasse um sucesso no mundo todo. A música “I Can See Clear Now”, de Johnny Nash, assumiu o topo de paradas em rádios na Inglaterra e nos Estados Unidos.

Durante toda a década, surgiram inúmeras canções e cantores, sendo que duas das mais populares foram a “No woman, no cry” de Bob Marley, “Legalize It”, de Peter Tosh e até mesmo a versão de Eric Clapton para a música “I shot the sheriff”.

História do Reggae - Peter Tosh

A partir da próxima década, nos anos de 1980, vários artistas começaram a incorporar batidas de reggae a suas músicas, como os Rolling Stones, Eric Clapton e Paul Simon. Atualmente, cantores e bandas como Ziggy Marley, Pulse e Big Mountain ainda fazem sucesso através do ritmo.

No Brasil

No país, a região norte foi a que mais teve influência do estilo musical. No Maranhão e principalmente em sua capital, São Luís, as festas ao som de reggae são muito populares. Na década de 1960, músicos como Jorge Bem Jor e Gilberto Gil foram influenciados pelo estilo.

História do Reggae - Gilberto Gil

Na década de 1980, o rock se união ao estilo, por meio de melodias e letras de bandas como Os Paralamas do Sucesso e na década de 1990 bandas como Cidade Negra deram voz ao gênero.

No dia 11 de maio se comemora o Dia Nacional do Reggae, pois foi nesse dia em que a lenda e principal difusor do estilo faleceu, Bob Marley. Foi a presidente Dilma Rouseff quem sancionou a lei, no ano de 2014.

Blogueiro, desenhista, fotógrafo…

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *